segunda-feira, julho 23, 2007

Há pombos na estação do Cais do Sodré

Tenho os meus olhos postos em ti
Olho-te com o carinho selvagem de animal que ama
Animal que nada mais vê
A minha mão suave pousa na tua cara mais suave ainda
Tocas nas pontas do meu cabelo, distraída
Sorrimos uma para a outra
Trocamos beijos ternos
Olham-nos com vários sabores nos olhos
O ácido escárnio
A agridoce curiosidade
O picante asco
A doce luxúria
Nada importa.
Trocamos mais um beijo e o tempo escasseia nesta escada rolante,
Que ascende devagar demais para a nossa paixão.
Felizes, abandonamos a passo sincronizado
É amor que levamos nas mãos dadas...

4 comentários:

Abssinto disse...

Diamante.

Masturbatrix disse...

esses lábios negros "góticos" excitaram-me!
Bom-dia!

Puta disse...

"O picante asco" Tão bom!

Puta Obediente

ângela marques disse...

Hummmm... delicious
I'll come back