quinta-feira, agosto 16, 2007

Porque sei que há lá fora um sofrimento à minha espera.

Hoje tirei a minha alma da cama,
A grande custo.
Sentia-se demasiado pesada…
Desalentada, perdida, a coitada…
Não queria o mundo, porque o mundo não a queria

“Vem, não sejas tola, o mundo adora-te”
Disse-lhe eu, como ela costuma dizer-me…
“Não sejas narcísica”
Respondeu ela como se eu fosse…

Somos uma, com ideia de duas…

Vem, que tenho mais um dia a viver,
Tu já viveste muitos, eu só tenho estes,
Com ou sem amarguras.
Tenho um mundo lá fora que não conheço…

Ainda falta muitas pedras para receber.
Tenho que ser vaiada!
Quero sentir a dor da rejeição…
Que venham as angústias maiores que o coração,
e ocupam todo o corpo.
Que este fique inerte de desgosto…
Que me caiam das mãos as alegrias conquistadas,
Que sinta a fome do amor,
Do estômago, e de todas as coisas boas.
Ainda não vi raios caírem sobre mim,
Quero cortar pele para nunca mais crescer.
Preciso de sofrer!

Para aprender a valorizar o que de bom tenho conquistado.

2 comentários:

Puta disse...

não és narcisica, o mundo adora te, mas não é todo o mundo...é o mundo que te conhece, é o teu mundo.

Os outros, os que não têm essa oportunidade, podem até ter poder e ferir te, mas ambas sabemos que somos mais sábias do que eles, temos a mente aberta e damos o beneficio da dúvida...

eles dizem que ser puta é mau? eles NÃO sabem o que é ser puta!
coitados...

puta arrogante

puta valente disse...

hihihiihhi
lembrei-me daquela frase, conhecida por todo o mundo:

"perdoai-lhes senhor, que eles não sabem o que fazem"
(Jesus Cristo, filho do carpinteiro e da dona de casa, mulher virgem, que iniciou a sua vida sexual aos 16 anos de idade. Sei lá eu quando e para quem, com que intenção, em que contexto e 'tó ma'foder pra essas paneleirices, sem propósito ou razão.)

:)
O meu mundo, é a minha preciosidade, do meu mundo eu só tiro coisas boas, pelo meu mundo e por todos que o habitam, vale a pena lutar!

Love u, bitch