quarta-feira, março 14, 2007

Surdos...


Passeios fortuitos por corpos revestidos a pele que não lhes pertencem, olhares que se cruzam e sentem a chama viva da vontade, essa vontade que se comprime junto ao peito, depois se espalha devagar por todo o corpo, com a consistência meio fluida, com ânsias, explorando o pouco que existe escondido, sentir o formigueiro, o arrepio, o quente do desejo, deixar que essa vontade se esgueire para as veias, inundando-as de irracionalidade, fazendo-as contraírem-se aceleradas, na respiração proferir os suspiros presos no meio-grito entalado, na garganta sôfrega… escalda essa vontade, conheço o cheiro dessa chama, desse desejo, sei como é por dentro… conto-te ao ouvido, entre gemidos ofegantes, fugidos dessa vontade comprimida no peito, o que tenho guardado para ti. Absorves cada sopro na orelha com a sede do deserto.

Entrelaças em mim as tuas pernas, puxas-me, colas-me ao teu corpo, apertas-me contra a tua pele, e pedes para que entre e veja essa angústia…e libertas o gemido da consciência, essa que não se cala e ignoras… e eu oiço-a também, encosto o meu olhar ao teu, solidária, mas a vontade é escandalosa, sem classe, grita e grita mais alto, permite-nos mais… juntos afogamos a consciência nesse poço de lágrimas por derramar, libertamo-nos dos convencionalismos, imiscuímo-nos em pele, suor, gemidos, sussurros, mornos, frios e quentes, gritos, êxtases, risinhos, barbaridades, extravagâncias e aquela cumplicidade de quem não ouve nada além do desejo.


Puta Valente

4 comentários:

puta arrogante disse...

ai mulher...
que intensidade!

Puta valente disse...

Uma parte de mim vive na intensidade, assim é mais fácil enfrentar a profissão ;)
Beijinhis! :D

sobre-nada disse...

Sexo intenso ao ponto de lágrimas e evasão. Não é todo assim, antes fosse!

puta arrogante disse...

e agora reparo...o cu do homem da primeira foto é estranho!

k terá a criatura feito para ficar c ele assim?

o_o