domingo, novembro 19, 2006

Santices...(7)

A Sta Roída, é claro está, uma invejosa de primeira!
Em vida não podia ver ninguém melhor que ela, agora está sempre a ver o que é que os outros santos padroeiros têm e quer igual ou melhor.

A sua grande ambição é ficar com o monopólio dos apadrinhamentos (tal como em vida foi o monopólio de costura lá na cidade dela…)
Não o conseguiu o seu intento em vida, talvez se satisfaça depois de morta…

Alcançou a santidade como meio de redenção dos seus pecados (dos quais sinceramente não se arrependeu); a sua missão é ajudar aquelas alminhas que por cá andam e são tão ávidas como ela foi.
Também não se conhecem imagens ou cânticos de louvor a esta santa…reza a historia que desapareceram fruto de várias cobiças.


Com esta termino aqui tudo o que sei das Stas padroeiras. Se tiverem algo a acrescentar façam-no, pois não foi fácil encontrar informação sobre estas “bem-aventuradas” criaturas, que habitam o sub mundo da doutrina religiosa.
Puta Arrogante

1 comentário:

Puta Valente disse...

Tó cheia de inveja dessa puta dessa santa bem posta!...

(ai, que devota sou!)