sexta-feira, novembro 10, 2006

Santices...(4)




A Sta Enfardadeira, protectora da gula e seus associados, foi inequivocamente uma mulher santa, senão vejamos, fazia petiscos divinais (só isto era razão suficiente para a Sra. ter um lugar num qualquer altar deste mundo!)
A Sta Enfardadeira foi uma freira encarregue do refeitório do convento, mimava as suas companheiras com iguarias várias e todas estas eram de comer e chorar por mais (muitas vezes era necessária a intervenção ríspida da madre superiora para acabar com tanto lamento); era também invariavelmente apanhada com a boca na botija, ou melhor dizendo, nos tachos (gulosa como era, nem se dava ao trabalho de inventar desculpas, comia e pronto!); e foi criadora de imensos doces conventuais de renome internacional (não vou cita-los porque a lista é interminável e propensa á engorda)
Nas cozinhas mais tradicionais é frequente encontrar se uma figura roliça de boca suja e carregando algum utensílio culinário, essa imagem é alusiva à Sta. Enfardadeira e aos seus milagres e vícios da arte culinária.


Puta Arrogante

1 comentário:

Puta Paciente disse...

Eu apoio esta Santa, é a da minha devoção.